Espumas Flutuantes - Castro Alves

Espumas Flutuantes - Castro Alves

Espumas Flutuantes

Castro Alves

Sinopse:
Embora tenha vivido apenas 24 anos, Castro Alves tornou-se célebre por seus poemas de temática social, principalmente em defesa do abolicionismo. Publicado originalmente em 1870, um ano antes da morte do poeta, Espumas Flutuantes representa o momento final do romantismo no Brasil. Os valores da monarquia davam, então, lugar às transformações que conduziriam ao sistema republicano. Esta edição conta com notas explicativas e estudo de José De Paula Ramos Jr., professor da Universidade de São Paulo.

Sobre o Autor:
Antônio Frederico de Castro Alves (1847-1871) nasceu na Bahia e foi o principal poeta romântico brasileiro. Suas poesias mais conhecidas são marcadas pelo combate à escravidão, motivo pelo qual é conhecido como "Poeta dos Escravos". Viveu em uma atmosfera literária, incentivado pela família. Aos 17 anos fez as primeiras poesias. No Recife foi tribuno e poeta sempre requisitado nas sessões públicas da Faculdade, nas sociedades estudantis, na plateia dos teatros, incitado desde logo pelos aplausos e ovações, que começava a receber e ia num crescendo de apoteose. Cursou a Faculdade de Direito do Recife, teve fase de intensa produção literária e a do seu apostolado por duas grandes causas: uma, social e moral, a da abolição da escravatura; outra, a república, aspiração política dos liberais mais exaltados. Em uma caçada, feriu-se com um tiro e disso resultou longa enfermidade, com cirurgias sofridas, tendo que finalmente amputar o pé. Voltou à terra natal, para melhorar a tuberculose que se agravara. Morreu no solar da família em 6 de julho de 1871.

Descrição do livro:
Páginas: 76
Gênero: Poesia
Idioma: Português



Recomendações: