Decameron - Giovanni Boccaccio

Decameron - Giovanni Boccaccio

Decameron

Giovanni Boccaccio

Sinopse:
"A ironia de contar histórias cujo tema é contar histórias é bem invenção de Boccaccio, e o propósito dessa inovação era livrar as narrativas do didatismo e moralismo, para que o ouvinte ou leitor, e não o contador, se tornasse responsável pelo seu uso, para o bem ou para o mal."
Harold Bloom, O cânone ocidental
Na Toscana assolada pela peste negra em meados do século XIV, dez jovens refugiam-se nas montanhas e passam os dias de forma serena, contando histórias. Eis a moldura narrativa maior de Decameron (do grego, "dez dias"), obra-prima de Giovanni Boccaccio (1313-1375) que, junto com Dante Alighieri e Francesco Petrarca, compõe a tríade das grandes vozes do Renascimento italiano.
Boccaccio, porém, não está preocupado com dimensões divinas ou religiosas: seu tema é a vida humana tal como ela se apresenta, e nas cem novelas contidas no Decameron vemos abordados todos os seus aspectos. Comparado com a literatura medieval, o trabalho de Boccaccio é simplesmente revolucionário. O tratamento realista dispensado à ideia de tempo, a tridimensionalidade dos personagens e, sobretudo, a complexidade do dia a dia, sempre problemática e fugindo a códigos preestabelecidos, garantem a Boccaccio um lugar entre os poucos autores que sinalizam uma nova maneira de pensar e retratar a aventura humana.

Descrição do livro:
Páginas: 441
Gênero: Italiano
Idioma: Português



Recomendações: