Tratamento experimental de cães naturalmente infectados com o vpirus cinomose na fase neurológica com o uso de riba virina e dimetil-sulfóxido (DMSO)

Tratamento experimental de cães naturalmente infectados com o vpirus cinomose na fase neurológica com o uso de riba virina e dimetil-sulfóxido (DMSO)

Tratamento experimental de cães naturalmente infectados com o vpirus cinomose na fase neurológica com o uso de riba virina e dimetil-sulfóxido (DMSO)

Simone Henriques Mangia

Sinopse:
Este estudo teve por objetivos testar a eficácia da ribavirina em cães acometidos de cinomose na fase neurológica; avaliar os efeitos colaterais da mesma através do monitoramento hematológico e provas bioquímicas; avaliar a resposta imunológica no sistema nervoso central dos cães através do exame de líquor; adaptar uma dose e via de administração adequada da ribavirina em cães e testar a eficácia do DMSO como permeante de membranas biológicas atuando como vetor da ribavirina. Foram utilizados 20 cães com sinais clínicos neurológica, divididos em dois grupos de tratamento, sendo que um grupo recebeu a ribavirina e outro a associação da ribavirina e o DMSO, sem distinção de sexo e raça, com idades até seis anos e tempo de evolução máximo de 10 dias. Todos os animais foram avaliados clinicamente e realizado o teste de imunofluorescência direta de sangue para inclusão no estudo. Os exames complementares foram realizados de forma rotineira, o líquor foi colhido antes e após o tratamento, as drogas foram administradas durante 15 dias consecutivos e realizada a avaliação clínica diária dos animais. Pelos resultados observamos que a ribavirina demonstrou atividade efetiva contra o vírus da cinomose, exercendo leves efeitos colaterais na medula óssea, sistema imune e sistema gastro-intestinal. No líquor observamos diminuição da produção de anticorpos e verificamos que o DMSO tornou a ação da ribavirina mais eficaz.

Descrição do livro:
Páginas: 186
Gênero: Teses e Dissertações, Medicina
Idioma: Português



Recomendações:

Postar um comentário

0 Comentários