Baladas e Fantasias - Carlos Magalhães de Azeredo

Baladas e Fantasias

Carlos Magalhães de Azeredo

Sinopse:
No último ano do século XIX, 1900, Carlos Magalhães de Azeredo, contemporâneo de Machado de Assis, junto de quem foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, publicou "Balladas e Phantasias", volume de contos um tanto despretencioso na opinião do autor. São histórias leves, amenas, algumas embaladas na roupagem diáfana dos sonhos, da fantasia, líricas, como bem o diz seu próprio título.

Mas o vocabulário é dificílimo, com enorme quantidade de palavras atualmente fora de uso, o que é muito curioso e constitui um grande desafio para quem gosta de literatura e de língua portuguesa.

"Balladas e Phantasias" traz vinte contos, divididos em Balladas, num total de doze, e oito denominados de Phantasias. O autor considerou que esta obra foi o encerramento de sua fase inicial, mais juvenil.

Descrição do livro:
Páginas: 372
Gênero: Literatura
Idioma: Português



Recomendações: