Bodas de Sangre

Bodas de Sangre - Federico Garcia Lorca

Bodas de Sangre

Federico Garcia Lorca


Sobre o Autor:
Federico García Lorca (1898-1936) foi um poeta e dramaturgo espanhol. Considerado um dos grandes nomes da literatura espanhola, levou para sua poesia a paisagem e os costumes da terra natal. Foi um dos maiores representantes do teatro poético do século XX.

Federico García Lorca nasceu em Fuente Vaqueros, província de Granada, Espanha, no dia 5 de junho de 1898. Filho de Federico García Rodriguez, próspero negociante de açúcar, e da professora Vicenta Lorca, mudou-se com a família para Asquerosa, onde frequentou a escola primária. Em 1909 mudou-se para Granada onde cursou a escola secundária no Colégio do Sagrado Coração de Jesus. Em 1914, ingressou no curso de Direito na Universidade de Granada, por imposição da família, pois sua vocação era a poesia. Também revelou interesse pela música, pintura e teatro.

Em 1918, García Lorca escreveu um livro sobre Castela - "Impressões e Paisagens", com o patrocinado de seu pai. A obra foi bem recebida por parte da crítica. Em 1919 mudou-se para Madri onde continuou os estudos, diplomando-se em 1923. Nessa época aproximou-se de grandes nomes da vanguarda artística espanhola. Tornou-se amigo íntimo de Salvador Dali, Manuel de Falla, Luís Buñuel e Rafael Alberti.

Convidado pelo diretor do Teatro Eslavo o famoso dramaturgo Gregório Martinez Sierra, García Lorca escreveu a peça "O Malefício da Mariposa" que estreou no dia 22 de março de 1920, porém não foi bem recebida por parte do público e da crítica. Escrita em prosa e verso e com os personagens representados por meio de insetos: baratas, escorpiões, vermes e a própria mariposa, O Malefício da Mariposa aborda conflitos existenciais entre ser e estar no mundo e o confronto com o próprio ser. A peça foi um marco decisivo de uma mudança nos conceitos teatrais da época.

A plenitude de García Lorca como dramaturgo só foi alcançada com a trilogia essencialmente trágica formada por “Bodas de Sangue” (1933), “Yerma” (1934) e “A Casa de Bernarda Alba” (1936), esta a sua única peça escrita inteiramente em prosa e talvez a sua obra dramática suprema.

Federico García Lorca foi fuzilado na cidade de Granada, Espanha, no dia 18 de agosto de 1936, por ordem de oficiais da ditadura do general Francisco Franco, no auge de sua produção literária. Lorca Jamais deixou de manifestar sua aversão aos fascistas e aos militares franquistas. Era considerado comunista pela facção ultradireitista. Foi uma das vítimas da Guerra Civil Espanhola que matou mais de 1 milhão de pessoas. Até hoje seus restos mortais não foram encontrados.

Descrição do livro:
Páginas: 45
Gênero: Teatro
Idioma: Espanhol



Recomendações: