Soneto 74 - William Shakespeare


Original
But be contented when that fell arrest
Without all bail shall carry me away,
My life hath in this line some interest,
Which for memorial still with thee shall stay.
When thou reviewest this, thou dost review
The very part was consecrate to thee:
The earth can have but earth, which is his due;
My spirit is thine, the better part of me:
So then thou hast but lost the dregs of life,
The prey of worms, my body being dead;
The coward conquest of a wretch's knife,
Too base of thee to be remembered.
The worth of that is that which it contains,
And that is this, and this with thee remains.

Tradução
Alegra-te: quando a dura prisão
Sem dó para longe me arrastar,
Minha vida tem neste verso um interesse,
Que, em memória, ainda em ti continuará.
Quando o revires, verás de novo
Tudo o que consagrei a ti.
A terra terá apenas a terra, que a ela pertence;
Meu espírito é teu – a melhor parte de mim:
Então, quando dissipares o que restar de tua vida,
Presa dos vermes, meu corpo sucumbido;
Na covarde conquista de um punhal maldito,
Haverá muito pouco de ti para ser lembrado.
Seu valor está no que ele contém,
E isto é o que vale e, este sim, ficará contigo.


Recomendações: