Contos - Eça de Queirós

Contos de Eça de Queirós pdf epub mobi download

Descrição do livro

Título: Contos
Autor: Eça de Queirós
Páginas: 380
Idioma: Português
Tipo: Livro Digital
Formatos: Epub, Mobi, PDF
Licença: Domínio Público
Avaliação:

Informações/Resumo

Antologia de Contos escritos por Eça de Queirós. São 17 contos nos quais se destacam os contos “Singularidades de uma rapariga Loira”; “A Aia”; “O Tesouro”; “O Suave Milagre” e “Civilização”.

O melhor espectáculo para o homem será sempre o próprio homem.

Publicados em diversos jornais e revistas ao longo da sua carreira, como contribuidor jornalístico, e reunidos pela primeira vez em 1902, os “Contos de Eça de Queirós” são o reflexo do trabalho do autor como contista.

Com a excepção do conto “Civilização”, que se apresenta como uma critica à civilização burguesa, industrial e materialista, e mais diretamente às suas invenções científicas, a maioria destes contos não contêm um enfoque crítico social, patente na quase totalidade dos romances Queirosianos. Queirós usa a forma do conto para dar azo ao um aspeto mais criativo da sua escrita, explorando temas históricos, de reflexão moral e até fantásticos, emulando assim outros escritores que Queirós muito apreciava como o inglês Walter Scott, o dinamarquês Hans Christian Andersen e o americano Edgar Allan Poe.

Eça diferencia o Conto do Romance sobretudo no estilo, onde o enredo é simples e linear, não analítico. Sobre este propósito escreveu o autor sobre o Conto:

“No conto tudo precisa de ser apontado num risco leve e sóbrio: das figuras deve-se ver apenas a linha flagrante e definidora que revela e fixa uma personalidade; dos sentimentos, apenas o que caiba num olhar, ou numa dessas palavras que escapa dos lábios e traz todo o ser; da paisagem somente os longes, numa cor unida”.

A obra reune os seguintes contos: “Singularidades de uma Rapariga Loura”; “Um Poeta Lírico”; “No Moinho”; “Civilização”; “O Tesouro”; “Frei Genebro”; “Adão e Eva no Paraíso”; “A Aia”; “O Defunto”; “José Matias”; “A Perfeição”; “O Suave Milagre”; “Outro Amável Milagre”; “O senhor Diabo”; “Memórias de uma Forca” e “Um Génio que era um Santo”.

Incluímos ainda o Conto “O Milhafre”, que não se encontrava na edição de 1902.

Comentários de leitores

0Comentários