Fábula 'A Águia, a Gralha e o Pastor', de Esopo

A Águia, a Gralha e o Pastor 

Esopo 

Em um dia, uma gralha viu uma águia voando até o cordeiro e carregá-lo em suas garras, disse a gralha:

- "Minha vez, eu também posso fazer isso."

Então ele voou alto no ar e com um rodopio, veio caindo sobre a parte de trás de um grande carneiro. Antes mesmo dele acertar o carneiro, suas garras ficaram presas na lã, nada que ele fazia era de qualquer utilidade, então ele ficou lá preso e se debatendo, piorando as coisas ao invés de melhorar.

 Por fim, chegou o pastor, ele disse:

"Oh, então é isso que você queria fazer, não é?"

E ele pegou a gralha, cortou suas asas e o levou para casa, para seus filhos. Parecia tão estranho que eles não sabiam o que fazer com ele, seus filhos perguntaram:

- "Que tipo de pássaro é esse, pai?"

Respondeu o pastor:

- "É uma gralha, apenas uma gralha, mas quer ser chamado de águia."

Moral da história: Se tentar fazer algo além do seu limite, será exposto ao ridículo.

Postar um comentário

0 Comentários