Fábula 'A Formiga', de Esopo

A Formiga 

Esopo 

As formigas já foram homens e ganhavam a vida lavrando o solo. Mas, não contentes com os resultados de seu próprio trabalho, elas estavam sempre cobiçando as colheitas e os frutos de seus vizinhos, roubavam sempre que tinham oportunidade e acrescentavam ao seu próprio mantimento.

Por fim, a cobiça deles fez Júpiter ficar tão zangado que os transformou em formigas. Mas, embora suas formas tenham mudado, sua natureza permaneceu a mesma. Até hoje, andam por entre as plantações e recolhem os frutos do trabalho alheio e os armazenam para seu próprio uso.

Moral da história: Mesmo castigando um ladrão, sua vontade permanece.

Postar um comentário

0 Comentários