Fábula 'A Mosca e a Mula de Transporte', de Esopo

A Mosca e a Mula de Transporte 

Esopo 

Uma mosca sentou-se num dos eixos de uma carroça e disse à mula que estava puxando:

- "Como você é lento! Arruma o teu ritmo ou terei que te picar como castigo."

A Mula não estava nem um pouco preocupada, ela disse:

- "Não quero nenhuma de suas impertinências. Atrás de mim, na carroça, senta o meu mestre, eu obedeço a ele, ele segura as rédeas e me bate com seu chicote. Eu sei quando posso relaxar e quando não posso."

Moral da história: Reclamações sem consequências não tem valor.

Postar um comentário

0 Comentários